• Quem trabalha com redes sociais, divulgando uma marca, produto ou serviço, tem visto o quanto é difícil alcançar o público alvo, muito diferente de alguns anos atrás.

    Assim antes de montar uma campanha ou estratégia nas redes sociais, uma dica é conhecer, primeiramente, bem de perto que tipo de público deseja alcançar. Em segundo buscar oferecer sempre os melhores conteúdos ou no mínimo interessantes para que essas pessoas venham te conhecer, ou queiram estar à sua volta.

  • Hoje ter um grande site, bem estruturado e prontinho para fazer suas vendas é cada vez maior entre as empresas, mas depois de toda a criação, conteúdos e produtos, como fazer com que ele seja conhecido pelo seu público alvo?

    Existem diversas formas de divulgar o seu site, algumas você mesmo pode fazer, outras é mais adequado que uma empresa de marketing digital tome a frente para auxiliá-lo da melhor forma.

  • Ter um site na atualidade não é mais novidade para ninguém, seja pessoa física ou jurídica, muitas pessoas estão em meio a esse universo e algumas se veem prejudicadas ou até mesmo não acreditam que “estar na internet” possa trazer algum benefício à ela.

    O problema não é que não existe espaço para todo mundo, ao contrário, existe espaço em excesso, o fato é que muitos contratam uma empresa ou um web designer, colocam um site no ar e simplesmente esquecem dele.

  • É através da mídia, seja online e offline, que é possível disseminar qualquer tipo de conteúdo. A divisão da Publicidade em online e offline já está sendo considerada antiquada, pois os tipos de mídia offline se interligam com as mídias online. Uma campanha divulgada apenas em mídia televisiva, outdoors, busdoor e revistas e jornais, acaba alcançando as mídias online também, pois tudo o que se vê, em qualquer lugar, é compartilhado via internet.

  • Crise, é a palavra que mais falamos nos dias de hoje. É o tema mais comentado nas redes sociais, é a palavra mais abordada nas entrevistas e afins. A mídia fala em crise, os maiores portais falam em crise. Para ter noção de como essa palavra é tão falada, é só reparar quantas vezes ela foi repetida em apenas um parágrafo.

  • Uma pergunta  básica para todo e qualquer planejamento de campanha, ou ação de marketing é: Quem é o seu público-alvo? Quem você quer impactar com a sua comunicação?

  • Impulsionar sua empresa nas redes sociais não é uma tarefa muito simples, não é novidade que as mídias sociais trazem e ajudam muito a manter o seu público ativo e sempre por perto. Podemos dizer que as mídias sociais são grande parte de nossas ferramentas de marketing nos dias atuais, mas não é simplesmente ativar uma conta, criar um perfil e pronto, relaxar e aguardar os resultados.

  • Entenda a importância do profissionalismo no desenvolvimento de um website e saiba por que você não deve contratar seu sobrinho.

    “Ah, mas eu tenho um sobrinho que faz isso aí para mim…”

    Infelizmente, essa é uma resposta comum quando agências apresentam propostas para empresas de todos os portes e segmentos.

  • A tendência é sua amiga.

    Por que? As tendências geralmente se tornam a norma e entrar no início permite que você aproveite seu poder sem muita concorrência ou ruído. Escreva algo como "apenas" uma tendência e você pode chegar atrasado para a festa do ano.

    Lembra quando o Facebook era uma "tendência"? Ou Twitter? Instagram? Agora, esses são um componente chave para o seu plano de marketing digital (caso não sejam, eles deveriam ser).

  • Você está escrevendo para seu blog e percebe que as pessoas estão lendo isso, eles estão clicando em seus links e chegando ao seu conteúdo. Seus esforços estão finalmente dando certo com um fluxo constante de tráfego.

    A boa notícia: Os blogs são uma maneira popular, eficaz e acessível de levar as pessoas ao seu domínio digital.

  • Erro # 1: nenhum apelo à ação

    O objetivo de uma página deve ser óbvio para qualquer visitante. O que você deseja que um visitante que chega em sua página faça a seguir? Muitos de nossos clientes não são e-commerce, por isso pode parecer menos óbvio; no entanto, supondo que você quer que alguém permaneça no seu site, o que vem a seguir?

    Mesmo se a resposta for "Eu quero que eles visitem minha loja", facilite para eles. Adicione um botão proeminente "Visite nossa loja". Se é uma página de blog simples, quais são os próximos artigos do blog que alguém deve ler com base no que eles acabaram de ler? Ou você tem um e-book relevante que gostaria de baixar? Você os conseguiu até o final do seu post - não perca o visitante porque eles não têm certeza do que fazer a seguir!

  • Se você planeja estabelecer uma presença móvel para sua empresa ou organização, uma das primeiras considerações que provavelmente virá à mente é se você deseja criar um aplicativo para dispositivos móveis (app) ou um website responsivo, ou talvez ambos. Os websites e aplicativos para dispositivos móveis podem parecer muito semelhantes à primeira vista, e determinar qual deles é mais adequado às suas necessidades dependerá de vários fatores, incluindo públicos-alvo, orçamento disponível, finalidade pretendida e recursos necessários.

  • Nunca foi tão fácil começar um negócio como nos dias atuais e esse é o problema.

    Há 25 anos, tudo o que a maioria das empresas possuíam era um telefone. Como ninguém sabia quem você era ou o que você vendia, era necessário ligar para as pessoas e tentar fazer com que elas ouvissem você. Hoje tudo está mais fácil, qualquer um pode criar um negócio e começar a negociar com quase todos - e todos - os países do mundo em questão de horas.

  • Nas redes sociais de hoje, muitas empresas se perguntam: Eu preciso realmente de um site? ou posso mover todas as minhas atividades para as redes sociais em que estou? A resposta é SIM! Um site sempre será uma ferramenta crucial no seu arsenal de negócios; um canivete suíço para a sua marca que pode oferecer níveis de funcionalidade e controle que a mídia social não pode oferecer. Aqui vão cinco razões pelas quais você ainda deve investir em seu website.

  • E se dissermos que os emojis podem fazer uma grande diferença em suas taxas de cliques e engajamento - que eles poderiam dar vida à sua marca?
    Por isso listamos motivos para você não deixar de usar esses carinhas.

© 2020 Center Designer. Todos os direitos reservados.